whatsapp (51) 9.8430.0773

luzdaaurora@luzdaaurora.com.br

Rua Santo Antônio 306 / 308

Bairro Floresta CEP 90220-010

Porto Alegre - RS

CONTATOS

(51) 3028 9827

3084 5729

3212 9271

"Eu vim para que

todos tenham vida,

e vida em abundância"

João 10, 10

SOMOS A ALUZA - 

ASSOCIAÇÃO LUZ DA AURORA

O espírito que suscitou a caminhada, que culminou na criação da ALUZA nasceu das forças renovadoras que sopraram do Vaticano II: “Quem tiver ouvidos ouça o que o Espírito diz às Igrejas” (AP. 2,7). João XXIII, Paulo VI, D. Hélder Câmara, D. Pedro Casaldáliga, D. Paulo Evaristo Arns, D. Aloísio e D. Ivo Lorscheider foram os ícones inspiradores para um jeito novo de ser igreja, que saia do templo, indo ao encontro do povo de Deus, ao jeito de Jesus que ”andava fazendo o bem e curando a todos” (At.10, 38).

 

Em 1998 se iniciou a concretização deste sonho, enquanto o Padre João Almendra partilhava este projeto com as Irmãs Scalabrinianas, Aires, Iraci e Ilse, em Ressano Garcia – Moçambique, para se fazer algo novo na igreja, através da  linha da saúde. A Ir. Aires sugeria que uma ação desse tipo devia ser bem vinda em Cuiabá, onde as Irmãs trabalhavam com esse espírito. A Ir. Iraci, entretanto, achou que podia abraçar todos os riscos que a adesão a tal projeto podia envolver e se iniciou a caminhada.
 

Acolheram o Padre João Almendra, na sua chegada ao Brasil, as Irmãs do Coração de Maria, no Colégio Madre Imilda, em Caxias do Sul, através da Ir. Berta e sua comunidade. Para a Congregação destas irmãs,  o Padre João facilitou elementos para uma histórica gravação de filmagem, da ação dos missionários em Moçambique, acompanhando o bispo referencial do setor missionário Brasil Sul 3, D.Laurindo Guizzardi e a Ir. Amália Vivian, vice-presidente regional da CRB, de visita em Moçambique, ao projeto de Igrejas Solidárias Brasil Moçambique, em 1993, que o Pe. João ajudou a organizar.

 

Foi neste Colégio do Coração de Maria, em Caxias do Sul, em outubro de 1998, com um curso de Radiestesia que tiveram início os trabalhos de formação, para se lidar com a própria energia sutil, que o Padre João idealizava, desenvolvendo um trabalho, que usara durante 14 anos em Moçambique, para melhorar a qualidade de vida das pessoas, encontrando água e exercendo uma atividade de cura impondo as mãos. Um dos beneficiados deste curso foi aquele que agora é o Prof. Renato Padilha, um especialista desta área do saber, que ele hoje classifica como Equilíbrio Energético.

 

Onde lançar a sede do projeto da obra sonhada?

Em outubro de 1998 estando o Pe. João, em meditação no referido Colégio, em Caxias do Sul, sentiu a inspiração de que era Porto Alegre o local adequado para se iniciar a obra almejada.

 

Em Porto Alegre, desde 1999, foram-se abrindo os horizontes de trabalho no aprendizado de lidar com energias sutis, desenvolvendo em pequenos grupos de terapias, uma sensitividade equilibrada, baseando-nos em estudos e práticas de Parapsicologia e Psicologia, Naturopatia, Fitoterapia, Craniosacral, Acupuntura, Nova Medicina Germânica, curso de análise das práticas de pastoral, ao nível de América Latina, Análise Transacional, Biomagnetismo e aprofundando com práticas de vários cursos como: Bioenergia, Radiestesia, Neuromuscular e outros que se foram organizando.

A administração e organização de tudo o que envolvia tais cursos e terapias estava ao encargo da Irmã Iraci, que concluiu o curso de farmácia em 2006.

 

Conversando sobre o nome, que definisse o nosso trabalho, à base de energias sutis, uma senhora falava de um nome indígena que significava luz do amanhecer. Daí surgiu a ideia de que para nós, a luz do amanhecer é Cristo Ressuscitado! É Ele que nos guia. Ele é a Luz da Aurora. Dele dimanam todas as energias. O nome veio a ser registrado como Associação Luz da Aurora.

 

“EU VIM PARA QUE TODOS TENHAM VIDA” é a nossa palavra motivadora de vida.

“TE LIGA” (à fonte da VIDA) é palavra de ordem para ativar a vida em nós.

O trabalho da Luz da Aurora foi tão apreciado, nesta cidade de POA, que foi premiado com um troféu promovido pela TV Guaíba e entregue pelo Governador Germano Rigotto, em 10.12.2004, com estes dizeres: “Destaque empresarial 2004. Pe. João Almendra, Terapeuta, Luz da Aurora 2004”.

 

Diz o estatuto, no art.3°, que são finalidades da Associação Luz da Aurora o desenvolvimento de terapias alternativas, de medicina natural, ministrando cursos de formação humanizante e coordenando atendimentos com voluntariado para pessoas de baixa renda.

 

Neste trabalho de terapias e cursos, baseados nos dados da nossa documentação, verificamos que já foram beneficiadas pela ação da Associação Luz da Aurora, mais de cerca de 28.000 pessoas, desde 1999.
As técnicas de terapia usadas desde início na Luz da Aurora, e todos os cursos que foram surgindo, foram criadas, com base em observação atenta às carências do povo, na linha da saúde, aos insights da intuição e da sensitividade na prática clínica, em muito estudo e na nossa experiência.

 

Finaliza-se esta pequena história com a palavra que dá a razão do nosso viver “Vim para que todos tenham vida e vida em abundância”. (João 10,10). Foi este canto usado pelos fundadores da Associação, ao celebrarem com pessoas amigas, o início do dia em que se dirigiam para a sua missão em Porto Alegre.

 

A coordenação de atendimentos com terapias realizadas com voluntariado, de que se fala, no art.3°do estatuto da ALUZA, encerra o espírito, que nos anima, de proporcionar espaços, para quem deseja realizar-se desse modo. Esta chancela de voluntariado, o presidente da ALUZA já usou, na formação de agentes de saúde, mesmo em terras de missão, por exemplo, voltando para estes trabalhos em 2011, a Moçambique.

 

A Associação Luz da Aurora (ALUZA), tem sua sede nacional na cidade de Porto Alegre, RS, Bairro Floresta 306-308.

O Ressuscitado vive entre nós! Amém. Aleluia!

Padre João Almendra

O Padre João Almendra foi um dos idealizadores da Associação Luz da Aurora como um centro de saúde de resultados comprovados através de centenas de depoimentos de pacientes. 

O Padre João Manuel Almendra formou-se em Naturopatia Clínica Científica na Open University International, com pós-graduação Latu Sensu, na Faculdade de

Educação Montenegro, da Bahia no Brasil.

Fez cursos e prática de Radiestesia, Psicologia dinâmica, Integração e Controle mental, Psicologia, Espondiloterapia, Reflexologia, Alfagenia, Neurolinguística, Hipnose, Parapsicologia, Terapia Craniosacral e Nova Medicina Germânica.

Trabalha como Naturopata e orienta vários cursos de formação profissional ligados à saúde.

Veja acima o Logotipo original da Associação Luz da Aurora

Estão indicados no logotipo o crucificado ressuscitando (= Luz da Aurora) sobre o mundo simboliza a vitória daquele que venceu todo o mal, a cruz caída é a expressão das dores e de todo o mal já vencido, que a Associação Luz da Aurora e todos os seus alunos e clientes estão empenhados em vencer como o ressuscitado também venceu.

 

As mãos simbolizam as forças libertadoras e geradoras de vida, que o ressuscitado distribui através de todas as pessoas que se colocam em sintonia com esta Associação. As cores do arco-íris simbolizam a riqueza da diversidade de dons dimanada do ressuscitado em ordem à unidade, de todo o universo, manifestada, na luz branca do sol.

 

A vida é um ciclo como o dia e a noite. Consta de sentimentos díspares, de emoções opostas, ações e reações, nervosismos e calmarias, de forças de morte e de vida.  É um contínuo estímulo para a vivência do crucificado ressuscitando, através do espírito renovador, que com o seu sopro tudo faz reviver como as ossadas do vale de Ezequiel (Ez. 37, 1 e 10).